QUANDO SERÁ O AMANHÃ? (O amanhã é para sempre)

terça-feira, fevereiro 21, 2017Roberth Moura




À espera do amanhã
Para acalmar meu peito feroz
Com a visão da coisa mais linda
Que entontece e inebria
O meu ser - ser que não está sendo mais
Como outrora na rigidez.
Agora, fazendo meu coração
Mergulhar na insensatez

Quando será o amanhã?
Quando poderei a sós te ver?
Na parede te jogar?
No escuro te sentir?
Pela vida, te amar?
Doravante, no devir?
Quando será?

Será recíproca e verdadeira,
Essa dor, tão derradeira,
Que se dói e não se sente,
A arder descontentemente?

O amanhã, hoje não foi.
Poderei ser eu feliz?
Falam-me “o amanhã é nunca”
Mas meu coração me diz
Que amanhã é para sempre...


You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images

Formulário de contato