Contos Cultura

Microcontos

terça-feira, março 01, 2016Roberth Moura



Eu tenho até amigos gays
Não conseguindo garantir seu poderio por si mesmo, homofobizou seu colega de classe.
O triste fim na eternidade
O pé esmagou a barata, tirando-lhe a vida para sempre.
Falsiane
A barata se fingiu de morta para voltar à meia-noite e passear pela boca do seu algoz, enquanto ele dormia.

1 dos 10 viados
Após aprontar todas lá fora, arrependeu-se e voltou para a casa do Senhor.

Beleza interior
Pessoas bonitas por dentro se cansaram do seu rótulo social e, numa rebelião organizada, incendiaram todas as fábricas de espelho do mundo para sempre.
Meritocracia
Não sendo classificado no vestibular, virou jardineiro de um médico que outrora tivera o gabarito da prova comprado por seu pai.
Diário de um homossexual classe D
Depois do fora, jurou nunca mais tentar seduzir homens brancos classe média, porque sentiu que eles dão muito valor às aparências.
Estereótipo da perfeição
O sonho da menina era ter um tio gay, para que lhe fizesse tranças belas no cabelo.
Um microconto erótico
Você prefere verdura ou carne?
Ver carne dura.
Depressão pós-gay
Homofobizaram-no. Até hoje, ansiolídicos fazem parte de sua dieta diária.
Miçangueira vegana
Após oito anos de psicanálise, virou sapatão, sumiu no mundo e foi viver de coisas que a natureza dá.
Ivana, a terrível
Escolheu uma formiga na fileira, mas matou a todas, impiedosamente, simbolizando o extermínio de todos os homens que traem suas mulheres, ou seja, todos os homens. 

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images

Formulário de contato