Cultura Opinião e Atualidades

As palavras

segunda-feira, dezembro 01, 2014Roberth Moura

É interessante como as palavras são. Na verdade, as palavras são muito interessantes. Às vezes uma palavra bonita, que soa melifluamente aos ouvidos significa uma coisa tão desagradável, enquanto outras que soam mal referem-se a coisas que enobrecem a alma humana.

A Imperatriz Sissi
Por exemplo, a palavra meretriz. Parece uma coisa pomposa, glamorosa, porém forte e cheia de poder. Lembra Imperatriz. Meretriz poderia ser a mãe da imperatriz. Mas não é. Mas, convenhamos, que soa bem a pessoa ao ser perguntada em um encontro social “mademoiselle, onde mesmo a madame atua? ” responder “Eu represento o meretrício do alto Leblon, Marquês”. Uma palavra imponente para um significado socialmente vulgarizado.

Por outro lado, existem outras palavras que possuem significados altamente valorizados socialmente, mas que não palavras feias. Otorrinolaringologista, por exemplo, é uma delas. Parece ser nome de extraterrestres de Júpiter. Pior: na verdade me lembra o ornitorrinco, o animal mais esquisito que existe. Pois é. O médico que salva sua garganta, seu ouvido e seu nariz e você pensando estas atrocidades dele.


Não sou apenas eu que acho algumas palavras feias e sem ligação com o seu significado não. Até a Odete Roitman já fez seu comentário:




Ao contrário da poderosa Odete Roitman, eu não acho o português uma língua nada "chinfrinha", embora chinelo não seja uma boa palavra representante para ele.
Em outra postagem (Os nomes), eu já falei um pouco sobre as discrepâncias e a similaridades que encontramos em muitos nomes. Dentre eles, o meu. Por isto é que eu continuo fascinado pelo poder que as palavras têm. Mas na verdade mesmo, os significados, muito mais que os significantes é que dominam o mundo.

E você, conhece alguma palavra agradável que tenha o significado desagradável ou vice-versa? Compartilhe conosco, e até a próxima!

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images

Formulário de contato