Humor Opinião e Atualidades

Modinhas

terça-feira, julho 17, 2012Roberth Moura

Como vocês sabem eu sou aquele tipo de pessoa que tem uma aversão natural por modinhas. Isto já foi mencionado nas postagens Fazendo Diferença e A despedida de Harry Potter. Isto não quer dizer necessariamente que eu não goste das coisas que estejam na moda; quer dizer que não gosto da maneira como elas são expostas pelos “fanáticos” que efemeramente as veneram.



Todo mundo usa? Menos eu!
Por exemplo, há cerca de um ano e meio eu nunca tinha ouvido ninguém falar em Adele. Aí tinha um amigo que era fã dela e ouvi uma de suas músicas em seu celular. Comentei “Que música bonita! Não sabia que a Amy tinha gravado esta música” Aí ele disse “Não é a Amy. É a Adele!”. E eu “Hum... gostei. Vou baixar pra ver se o cd é bom.”. E de fato, não era aquela coisa estupenda (ou pelo menos não era tudo aquilo que eu esperava a partir daquela música que eu tinha ouvido), mas era um só bem agradável e eu gostei. 3 meses depois, aquele carinha do ônibus que comentamos em Gosto musical dos vizinhos vem escutando na maior altura a música “Someone i like you”. Isto é um estímulo aversivo potentíssimo para qualquer ser humano deixar de gostar de algo. Logo todo mundo está ouvindo a mesma música o tempo todo. Vira fundo musical de propaganda de motel, tema de novela da globo, música-tema do carro do gás e da água mineral que passa toda hora na sua porta e até seu cachorro aprende a latir o ritmo da música: ou seja, virou modinha. E eu, como é que fico? Entediado!

A mesma coisa acontece com livros, programas de televisão, filmes, etc. Ou eu leio um livro antes dele virar modinha, ou eu o leio muito tempo depois, quando ninguém mais está pensando nele. Até por que fica uma coisa meio monótona essa história de “Que livro você leu nas férias?” “Eu li Amanhecer, amiga!”, “Ah, é! Eu também! Não é apaixonante?” “É sim...” (suspiros sonhadores das duas). E na praça do shopping todo mundo está lendo amanhecer, no intervalo da faculdade, todo mundo está lendo amanhecer. No ponto de ônibus, na fila da farmácia, no banco de trás da igreja... Ufa! Esta vida não é pra mim...

Geneticamente do contra?
Não estou querendo meter a lenha em pessoas que gostam das coisas por gostar, mas naquelas que gostam porque está na moda. Nunca leu voluntariamente um nada na vida que não fosse best-seller das lojas americanas, nem ouviu nada que não estivesse no topo do sucesso, muito menos assistiu a um filme que não estivesse sendo campeão de bilheteria, um lançamento comentadíssimo ou pelo menos indicado ao Oscar. Simplesmente uma grande massa de maria-vai-comas-outras.

E então eu mergulho em um romance lado B de Margareth Mitchel, de trocentos anos atrás, ouvindo de Nara a Noel e fico quietinho no meu canto, vivendo a minha diferença do meu jeito!

You Might Also Like

9 comentários

  1. a fonte é quase da mesma cor do fundo, apesar de ficar um layout bonito, dificulta a leitura..

    ResponderExcluir
  2. Ok. Já estou procurando um novo template, com fundo claro. Valeu!

    ResponderExcluir
  3. Um pensamento muito similar, se não idêntico ao meu '-'

    ResponderExcluir
  4. Este tipo de letra também torna o texto cansativo de ler, e se tu usas "há" na frase não precisa usar o "atrás", não leve a mal as correções, acho que são críticas construtivas... mas penso o mesmo que tu referente a modinha...
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Pula Pelada26 julho, 2012

    Papinho de hipster, que hoje em dia, é outra modinha.

    ResponderExcluir
  6. hipster!!!!!!!! "i like it before it was cool"

    ResponderExcluir
  7. Acho que existe uma "linha" entre ser modinha e não ser.

    Metallica, beatles e outras bandas consideradas "fodonas" não são modinha aos olhos dos hipocritas.

    Mais gostar de harry potter é modinha ?

    Quando vi harry potter filme 1, eu tinha a idade do personagem principal, hoje ainda tenho e ja passei dos 20 , mais o estranho é que naquela época o filme era famoso e ninguem considerava "modinha" , porque agora é modinha ? porque faz sucesso ? isso não faz o menor sentido.

    O sentido aqui são pessoas modinhas e pessoas FÃS, as séries, filmes, cantores e etc não são modinhas, pois só estão fazendo seu trabalho, quem tem esse rotulo são os que gostam.
    Por exemplo, você assiste algo ou acompanha algo desde o inicio,você é um FÃ, então essa mesma série ou banda se torna super famosa e tem vários que gostam e assistem, os que assistem só por causa da fama, esses são modinhas, maria vai com as outras.
    Não significa que alguém seja modinha só porque viu harry potter HOJE, mais se você olha algo não por interesse, mais porque gosta de seguir a "maré" e não ficar por fora mesmo nao gostando da mesma, você é um modinha.
    Se você se intererrou, você não é um modinha.

    Eu não gosto de luan santana nem michel teló, a música deles são uma porcaria, mais eles não são modinhas, modinhas são os fãs.

    ResponderExcluir

Flickr Images

Formulário de contato