Filosofias e Reflexões Ótica Psicológica

Sexualidade precoce: Comportamentos socialmente (arbitrariamente) instituídos

sexta-feira, maio 11, 2012Roberth Moura

Comecemos este artigo refletindo:




Como um menino de 4, 5 anos vai saber o significado literal da expressão “mulher gostosa”?



Estava há alguns dias atrás no meu estágio com alunos de Educação Infantil, assistindo a um episódio de “Power Rangers”, quando apareceu uma moça de biquíni na praia e um aluno exclamou “nossa, que mulher gostosa!”. Sou obrigado a confessar que me deu vontade foi de rir.

Comecei a pensar por que ele emitiu aquela frase, já que não tem maturação física nem psicológica pra sentir prazer ao ver uma mulher seminua. Percebe-se claramente que ele foi condicionado (através do reforço positivo) a falar que toda mulher seminua, com o corpo considerado “normal” é gostosa. Certamente ouviu o pai ou algum outro conhecido falar isso quando o mesmo estímulo foi apresentado. E também posso supor que foram várias as vezes que ele ouviu este tipo de comentário mediante a este tipo de visão. E como se sabe, criança aprende rápido, tanto as coisas boas quanto as coisas ruins.


 
A sociedade, ainda predominantemente machista instala seus comportamentos (independentemente se bons ou ruins) nas crianças, que reproduzem grande parte daquilo que elas vêem e ouvem (Pode conferir mais sobre isso em Influência cultural na diferenciação do comportamento entre meninos e meninas). E esse processo pode de certa maneira roubar a infância da criança, pois muitas vezes essa facilidade ao acesso de conteúdo erótico acaba por tornar precoce a sexualidade do indivíduo, especialmente se este for menino. A mídia, a família, a escola e todas as instituições sociais que ajudam a moldar a personalidade do indivíduo expõem a criança a estímulos tão banais, fazendo-as experimentarem mais cedo a naturalidade do que deveria ocorrer na adolescência.



Essa erotização precoce pode trazer danos irreparáveis ao ego do indivíduo, ocasionando mais adiante uma vida sexual desordenada e confusa, a falta de respeito aos valores morais, a banalização sexual, etc.

E o que deve então ser feito?

Conscientização através da boa educação de sujeitos críticos e construtivos é a palavra que (teoricamente) resolveria todos os problemas. Mas e na prática? O que fazer? Teria uma sociedade como esta na qual estamos inseridos, sofrer um retrocesso e voltar a tornar a infância uma fase pura, singela e angelical como antes? Seria necessário pensar em uma bifurcação de caminhos e orientar nossas práticas ou até mesmo ir contra a maré? Ou esse mundo não tem mais jeito, e o jeito é “ir levando com a barriga”? Debatamos, pois, e vejamos a que conclusões chegaremos (ou não).

 

You Might Also Like

3 comentários

  1. O comentário é um pouco grande, então vou dividi-lo em partes:

    É muito triste a geração que esta nascendo diante de uma tecnologia que acolhe e que não esta voltada para a moral, mas para imoral. Isto é errado. Não é evolução. É imoralização.

    Lembro-vos que diz-se este ser um mundo espiritualizado, espiritual mas não é. A bíblia relata a espiritualidade, existe o espiritismo, existe o budismo e muitas outras crenças que destinam fé ao espírito. Digo isso porque as pessoas baseiam-se na crença, no divino, para destinar fé a um motivo. Deste motivo, criaram-se revistas, programas de TV, roupas, métodos de educação e tantas outras coisas em prol do que? Da deseducação? Por qual real motivo as coisas são criadas? Para excitar? Estimular a preguiça? Que motivo faz essa espiritualidade estar sendo expressada de uma forma ao meu ver assasina e ritualista sendo que tudo se faz com as mãos? O carro ainda se constroi na fábrica, aprende-se a ler no colégio, vee-se com os olhos, escuta-se com os ouvidos, pega-se com as mãos. Espiritualidade é marketing abusivo que não ajuda a entender, consume o favorecer, possesa e obsessa.

    Hoje (2012) a televisão esta imoralizada, tanto pela programação como também pelo conteúdo. As novelas ensinão os jovens a enganar, prostituir e drogar. Aos maridos adulterar e mulheres desejar. Os filmes que existe, nacionais e internacionais, 100% tem cenas de sexo, incentivando ao desejo precoce e prematuro. Julgo essa sociedade despreparada moralmente porque não tem equilíbrio moral e psíquico. Isso ja vem acontecendo muito desde 1960, onde o uso das drogas foi mais amplificado e o uso do LSD foi utilizado. Existe matérias de revistas onde aprova o uso do LSD, o que na minha opinião é uma vergonha moral!

    ResponderExcluir
  2. Alucinações, flash back e dejavus são muito comuns em idosos que tiverão experiências com drogas no passado, hoje estes com 50, 60, 70 anos e de que opinião fazem estes? Existe muitas matérias onde mostra o número de idosos tomando anti depressivos e remédios para dormir. Festa, bebida e cigarro era muito comum na idade jovial, que hoje pela geração atual, coloca-os em casa de idosos. Não é de se admirar que o assédio moral e sexual de idosos a jovens tanto pela pornografia como no ambiente de trabalho aumentou. Quase todos sofrem da síndrome de peter pan. O LSD incentiva a achar que sempre pode ser jovem, mas a realidade responsável não reflete isso. Observa-se também como homens de mais idade procurão mulheres mais jovens. Que motivo teria um homem mais velho sob compania de uma mulher mais jovem? Procuraria este intelecto? Boa conversa? Ou pura excitação e sexo? O homem não quer pensar, quer gozar! E isso é depressiação, perversão e imoralização.

    Por mais que outros digão que isso não é por geral social, por mim observado é sim. Aqueles que tinhão melhores condições na época(..40, 50, 60, 70) se esbanjavão. Não é se de admirar que em várias revistas da época muitas mulheres nuas, cigarro, bebida, club de nudez e sexualidade incentivada corriqueiramente se fazia, diariamente. E estes donos de fábricas e empresas fazião girar a economia assim provocando um desequilíbrio também, em vista que procuravão mais o prazer do que o dever. Poderia-se gerar mais empregos, mas o patrão queria ir na boate e ter carro do ano, como casa na praia e campo. Observa-se como os políticos mais querem férias que emendas e leis a favor da população. População imoralizada, mas fácil de enganar. Método de conspiração.

    Deverás não é novidade, que em 2012 o Brasil seja um país corrupto politicamente, e pela população imoral também, que até em comediante elege em eleições como jogador de futebol. Por uma psicanálise estão loucos. Um país abastecido de frutas e solo fértil não é capaz de se auto sustentar? Ou é mal administrado? Isso é horrível. Mostra incapacidade daqueles que em todo o passado se fizerão também crianças, jovens e hoje adultos saberem ter linha moral de conduta e administrar o sentimento, o equilibrio e fazerem parte de um contexto social mais justo, sereno. Incluo estes politicos, professores, administradores e toda sociedade que expressa linha de conduta, dizendo o que é certo e o que é errado. Um exemplo foi o caso do superior tribunal de justiça do rio grande do sul onde inocentou um estuprador por ter cometido fato com 2 menores de idade (12 anos), por estas já serem prostitutas antes de serem estupradas. Imoralidade da justiça e da juiza que não soube julgar o caso. Ela juiza, deve ser uma senhora, de que passado essa fez para hoje pensar como pensou para julgar o estuprador e pedofilo inocente? O passado tem influência no presente, os fatos que se ocorrerão também.

    ResponderExcluir
  3. Relato também a TV, lendo os jornais e observando o mundo de uma forma ampla e racional. A linha de conduta esta muito imoralizada porque acredita-se em uma sexualidade precoce o qual faz-se dizer 18 anos como é no Brasil, como 16 anos como é nos Estados Unidos possa se emancipar. Acho errado. O jovem esta mais imaginando do que pensando. A cada dia se pensa no feriado seguinte e não na importância de se estar no sistema.

    A própria procura pela informação esta toda corrompida. Hoje para chegar a ter um conteúdo bom paga-se caro e que nem sempre bom é, como para chegar a este, passa por uma breve influência marketeira onde banners, flash de anúncios chama mais atenção do que a notícia. O homem não quer fazer pensar, mas quer escravizar. A palavra também poderia ser manipular, em vista, de como o mercado da fé vem sendo utilizado para ostentar promessas que desde que o mundo é mundo NUNCA FOI REALIZADO.

    Os próprios meios de comunicação (mídia) exteriorizão menores de idade usando maquiagem, roupas curtas e expressando faces insinuosas. Isso incentiva sim desequilibrados a manter audiência alta e desejo por querer ver mais. Lembrando que muitos são engravatados, políticos, professores, educadores e dizentes de sã racional. Um absurdo, mentira! A lembrança faz seu papel, já que a própria farmacologia ajudou a fabricação do Viagra! Isso incentiva ao empresário que não quer contratar para trabalhar (funcionário), contratar para acompanhar (garota de programa).

    Existe muitas empresas que tem condições de contratar funcionários mais gastão fortunas com eventos. Dizem que é marketing. Agencião garotas de programa para dar um furor sexual mais associado a marca para chamar a atenção. Resumindo, o mundo esta precocemente sexualizado e desequilibrado onde se dá valor ao espiritual que não traz vantagem alguma, só ostentação a morte o qual faz retroceder o pensamento e não avançar o sentimento.

    ResponderExcluir

Flickr Images

Formulário de contato