Opinião e Atualidades Ótica Psicológica

Quando o ciúme normal se torna doentio?

terça-feira, abril 24, 2012Roberth Moura

Texto retirado do livro "um psicanalista no divã" de J-D Nasio, em resposta a como saber quando o ciúme tornou-se doentio. Todos os direitos reservados ao autor.



A partir do momento em que invade a vida do casal e se manifesta por atos violentos que levam o ciumento a destruir justamente o que lhe é mais caro, o amor de seu parceiro. É como se o sujeito acuasse o amado numa sinistra alternativa: 

“Ou você me pertence, ou eu te destruo.” Sob essa forma extrema, o estado ciumento se  parece com um estado delirante, em que o doente encerra sua irrealidade. Nesse estágio, o ciúme é uma obsessão lancinante e o ciumento, um doente da dúvida. Seu tormento vem de não saber se foi ou não realmente enganado e de perguntar incessantemente: “Ela é infiel ou estou delirando?” Isso me lembra as palavras de um paciente no paroxismo de seu ciúme: “Prefiro saber de uma vez por todas que ela me enganou do que suportar a incerteza infernal que está me roendo. No fundo, meu problema não é ter sido traído, mas  não saber  a verdade.”

De toda forma, o ciúme, normal ou patológico, é uma reação complexa que conjuga diferentes sentimentos. Se o ciumento em crise pudesse se auto-analisar, ele nos diria: “Sofro quatro vezes: porque tenho  medo de perder aquela que amo; porque me sinto humilhado só de pensar que sou traído; porque tenho  raiva de mim  por não ter sabido preservar o amor dela; e finalmente, porque odeio a cena em que minha amada, excitada e radiosa, seduz meu rival. O medo, a humilhação, a culpa e o ódio, eis a cruel engrenagem que me arruína. Mas acima de tudo, me sinto devora do pela dúvida e envergonhado de ser ciumento.”

Referências Bibliográficas: NASIO, Juan-David. Um psicanalista do divã. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2003. 150 p.

You Might Also Like

3 comentários

  1. MEU NOME E WILBER.
    O QUE POSSO FAZER PARA MUDAR UMA SITUAÇAO COMO ESTA ??.POIS ACHO QUE ISSO ESTA ACONTECENDO COMIGO.

    ResponderExcluir
  2. Wilber, eu recomendo você a procurar um psicólogo para juntos tentarem resolver este embate. Se o problema for dinheiro, existem nas universidades serviço de psicologia aplicada que fazem atendimento gratuito; mas não deixe de procurar um profissional. Se você deixar só acumular esse ciúme uma hora você vai explodir e é bem capaz de cometer um ato do qual irá se arrepender muito depois. Procure ajuda enquanto ainda é tempo. Se quiser conversar mais sobre isso pode me enviar um e-mail que estarei disponível pra falar sobre esse ou outros assuntos:

    odacyrrms@hotmail.com

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Vi o seu link em uma postagem do ocioso, pois é, eu tinha um blog e usava o ocioso como agregador, a politica para entrar é tensa, e demora uns 3 dias para aprovar sua link, e alem disso todos que pagam são mais favorecidos. Então, eu sou programador a 5 anos e resolvi fazer um agregador totalmente gratuito, que todas postagens parecem no topo, pois a cada recaregamento de página a ordem de postagens muda, e onde você mesmo gerencia seus links, ou seja, um portal de links que você gerencia, é fácil de usar, é so criar um conta em www.flowit.com.br/meuslinks e você já pode começar a utilizar, você pode postar quantos links quiser, é totalmente ilimitado, confira é comprove: www.flowit.com.br

    ResponderExcluir

Flickr Images

Formulário de contato