Filosofias e Reflexões Religião

Questões Quaresmáticas

sexta-feira, março 23, 2012Roberth Moura

A quaresma como nós sabemos é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja Católica, a Igreja Anglicana e algumas protestantes marcam para preparar os fiéis para a grande festa da Páscoa. Durante este período, os seus fiéis são convidados a um período de penitência e meditação, por meio da prática do jejum, da esmola e da oração. Ao longo deste período, sobretudo na liturgia do domingo, é feito um esforço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que pretendem viver como filhos de Deus.

Automutilação não produz caridade.



Bom, partindo desse pressuposto podemos inferir que, apesar de  devermos buscar a face de Deus durante todos os dias da nossa vida e não apenas no período da quaresma,  a quaresma é uma preparação espiritual, onde a pessoa separa um tempo para reflexão, para conversão espiritual; um período de oração, introspecção. Mas o que eu tenho visto partindo de muitas pessoas não é bem isso. Não estou aqui pra julgar atitudes de ninguém nem seus métodos de santificação, mas convenhamos que há certas coisas que não podem se deixadas passar em branco. Muitos dos meus amigos fazem sacrifícios que a meu ver não possuem nenhuma função pedagogicamente espiritual. Conheço uma que (pelo amor de Deus) está fazendo quaresma de tomar refrigerante. E eu, na minha filosofia, indago-me “no que será que ela está crescendo espiritualmente deixando de tomar refrigerante?”.

Abster-se de redes sociais vale?
    Está bem que todo sacrifício é válido; entre não fazer nada e quebrantar um pouco a “carne”, é preferível a segunda opção. A Igreja Católica prega que a caridade deve ser conseqüência da penitência. Temos visto isso? Receio que não. Mas já que este é um período para sacrifícios, por que não aproveitar e fazer uma coisa útil? Por exemplo, porque não fazer quaresma de julgar o próximo? Porque não pagar penitência fazendo aquilo que você não faz o restante do ano, como sair na rua abraçando os mendigos (é.... pra muita gente seria uma penitência altíssima), ou indo todos os dias a um abrigo de idosos contar-lhes histórias ou apenas ouvir suas histórias, ou até mesmo ficar 40 dias sem brigar com a mãe ou irmãos! Certamente isso vai te aproximar muito mais de Deus do que deixar de tomar refrigerante, ou comer batata frita.


Muitos racionalizam seus atos justificando-o como sacrifício: deixam de fazer no período da quaresma aquilo que gostam de fazer o ano todo, coisas essas que, em excesso já provocariam um mal danado, como diria minha mãe. Não vou tomar sorvete, não vou comer hambúrguer, não vou comer músculo traseiro de boi cozido no vapor depois das 9 da noite... e por aí vai. E o filho pra mãe, depois do almoço: “Ah não, mãe, eu adoro arrumar cozinha. Por isso resolvi este ano fazer quaresma de arrumar cozinha. É por uma causa maior, é o meu sacrifício.”. E a coisa já vai tomando rumos inimagináveis. 
Mas descontrações à parte, a questão abordada não é o que necessariamente você faz, mas como, porque e com que perspectivas o faz. Será que o que você faz, da maneira que o faz te levará ao encontro do seu objetivo? Purificará sua alma? Aproximar-te-á de Deus? Cada ser que responda si mesmo. Questões como estas e outras tantas – especialmente as que permeiam no âmbito religioso - são idiossincráticas demais para serem generalizadas. Portanto, reflexão nunca é demais. Além do mais, Deus está sempre de braços abertos para receber tudo o que nós, seus filhos, temos para oferecer.



You Might Also Like

12 comentários

  1. Nossa a parte do refrigerante ali eu quase tive 1 infarto de tanto rir =x

    Mais falando serio concordo com vc eh impressionante o quanto as pessoas que se dizem catolicas e fieis, elas são somente no dia de domingo por causa da missa e nas datas comemorativas, e cade seu lado catolico bondoso espiritual os outros 364 dias do ano?

    ResponderExcluir
  2. Vc precisa se infrmar mais e conhecer melhor as pessas antes de ter "pré-conceitos"!
    Tem muitas pessoas que fazem penitência de muitas outras coisas importates como de caridade e outras coisas que vc disse! Eu por exemplo e vc devia fazer mesmo, estou fazendo o da língua de não falar o q não sei, de não fazer fofoca e nem falar mal dos outros!
    Agora, o ato de deixar de tomar refrigerante ou outras coisas, é sinal de que aquilo controla vc, é maior q sua vontade, e quando vc se abstem, vc está aprendendo a dizer não para várias outras coisas, como pecado e outras fraquezas da carne! Cada sabe o q é relevante na quaresma para seu fortalecimento espiritual e físico! Faça a penitência da língua e da caridade de conhecer um pouco mais quem vive de verdade a Quaresma e todo resto do ano a sua religião! Abraçs!

    ResponderExcluir
  3. Rica

    Voce pode tambem nao fazer nada, como meu caso, nao faco jejum nenhum na quaresma

    ResponderExcluir
  4. Seria muito bom ver padres fazendo quaresma (penitência) de pedofilia, de relacionamentos com "beatas" e de práticas de vida próprias de quem não escolheu o sacerdócio.

    Aí sim estariamos num bom caminho. Dar palpites, disfarçados de conselhos, é fácil; quero ver dae bons exemplos!!!

    ResponderExcluir
  5. ACHO QUE SE CADA UM CUIDASSE DA SUA VIDA O MUNDO SERIA BEM MELHOR.....

    ResponderExcluir
  6. CADA UM COM SUA FÉ E RESPEITO A QUALQUER QUE SEJA A RELIGIÃO JA SERIA UM BOM EXEMPLO VC NAO ACHA?.....

    ResponderExcluir
  7. é isso ai, eu concordo com o escritor, as pessoas católicas ficam tão preocupadas com o espirito e se esquece da verdadeira função que Jesus nos ensina a caridade e o amor ao próximo. Se fecham em grupos e acham que o que está de fora é lixo.

    ResponderExcluir
  8. Ah verdade é que Deus se alegra por qualquer sacrifíci(sendo pro bem claro)que seja oferecido a ele, Deus é bondozo e amorozo e devemos ser não só na quaresma não importa se somos católicos ou evngélicos, faça quaresma 365 dias por ano pq não basta ser bom só por 40 dias, alguém ai gostaria que Deus fizesse o mesmo? ser bom conosco só por 40 dias pense, reflita.

    ResponderExcluir
  9. meu caro em primeiro lugar, a primeira imagem q vc usa na postagem não retrata a quaresma, mas sim uma festa mulçumana chamada de ''ashura'', q relembra o martirio do sobrinho do profeta maome, em segundo lugar, jejum, seja do que for, faz bem ao espirito! de fato jejuar de refrigerante pode aparentimente ser bem esdruxulo, mas de fato ajuda a edificar e a moldar a vida espiritual e pra terminar dar um pouco do nosso tempo a Deus e o minimo, ''no minimo devemos dar o maximo a Deus!''
    Pax Dominun!

    ResponderExcluir
  10. Agora, deixar de ser filho da puta acomodado que não ajuda a mudar nada neste país a maioria não deixa de ser, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  11. Palavras muito bem colocadas Jacqueline: penitência da língua é o que muitos de nós deveríamos fazer.

    Rodrigo eu sei que a imagem que eu utilizei não retrata a quaresma; ela foi usada apenas como ilustração de penitência - que é utilizada no cristianismo atualmente num sentido menos radical. Eu também acredito que todo sacrifício é válido, mas já que vai fazer um sacrifício, porque não pensar e fazer qual renderia mais bons frutos?

    ResponderExcluir
  12. Acho que existe muita ignorancia em todas as religioes, Se Deus è tao bondoso com certeza nao vai querer ver gente se punindo fisicamente ou passando fome ficando em jejum, acho mesmo que ele quer ver as pessoas se ajudando uns com os outros para uma existencia melhor.

    ResponderExcluir

Flickr Images

Formulário de contato