Cultura Humor

O gosto musical dos vizinhos

domingo, novembro 13, 2011Roberth Moura

Eu escrevo esta postagem e mando pra **&%#@! Até a quarta geração dos meus vizinhos. Não aguento mais funk no último volume (isso é um protesto contra quem não sabe ouvir música baixa). Eu tento a todo instante tornar minha vida perfeita, mas sempre tem alguma coisa. É impressionante.


Como vocês devem saber, eu morava em uma cidade do interior e inclusive fiz uma página exclusiva pra ela aqui no blog: São José da Safira. Eu vim de lá para Governador Valadares entrar em uma Universidade e conseguir ter uma profissão digna de mim. Pois bem, inicialmente, pensando ser um local de fácil acesso a todas as comodidades urbanas, fui morar no centro da cidade. Fiquei por lá quase um ano, até perceber que além de ser muito longe da Universidade, eu estava gastando o que eu tinha e o que eu não tinha lá. Não bastava eu sair na porta, que as vitrines me seduziam, assim como no filme “Os delírios de consumo de Beck Bloom”. Então, pra ver se eu gastava menos, minha mãe me enviou pra perto da faculdade, num bairro que só tem casa (e lotes, por que é um bairro novo), não tem loja, nem farmácia nem mesmo supermercado. Ou seja, as possibilidades de gastar diminuíram drasticamente.

Você desejaria escorregar no quiabo?

Vivia uma vida feliz e tranquila até os vizinhos começaram a ouvir funk no mais alto e bom som. Como se não bastasse, com as letras mais pornográficas possíveis, como “então relaxa, relaxa, relaxa se não, não encaixa” e “Tiago escorrega, escorrega, escorrega no quiabo” ou “a Juliana escorrega na banana”. Minha amiga Victória S. B., diz que os vizinhos deveriam ser separados por gosto musical. E não é com pesar que eu concordo. Ninguém merece. 


Dá vontade de entrar na casa de um por um e fazer isso com todos os seus CD's.
A troca do ar poluído do centro por um bairro mais fresco e tranqüilo parece que não valeu muito. E como se isso não bastasse, sempre que vou pegar o ônibus tem um lá atrás achando que é o DJ do local. E faz a farra: desde sertanejo universitário, passando por axé até rock, forró, samba e funk pesadão. Jamais Tom ou Chico. Jamais. Isso quando o personagem mítico que sempre está no fundo do ônibus não é o próprio vizinho que sempre carrega no celular (último lançamento do mercado chinês) as mesmas músicas que tem em casa. Mas eu já estou planejando a minha vingança. Além de dar ao DJ um fone de ouvido de presente, vou comprar um home teather 5.1 com a potência mais alta do mercado, comprar 10 cornetas de carro de som, virar pro lado da casa dele e torturá-lo todos os dias, o dia todo com Villa-Lobos, Chico Buarque, Tom Jobim, Elis Regina, Maria Rita (menos as de samba, por que ele gosta) e muita música clássica até ele sair desesperado de casa, já com a boca espumando e com a cabeça cheia de galo de tanto batê-la na parede e pedir penico. É isso aí. Vou fazer isso mesmo. Mas até eu ter dinheiro pra gastar com isso tudo o jeito é ir ♫ descendo até o chão, rebolando, requebrando, sobe e desce, desce e sobe ♫...



Links Interessantes:

Demônios: Cultura musical – Você acredita que letras de músicas podem trazer mensagens demoníacas? O artigo fala sobre a sutil penetração do demônio em letras de músicas aparentemente inocentes. Muitas letras ambíguas que dão margem para interpretações errôneas.

As melhores músicas para o dia dos namorados: Uma lista com as músicas mais românticas para se ouvir do lado da pessoa que se ama ou apenas para navegar nas melhores lembranças da sua vida.

You Might Also Like

24 comentários

  1. Vc não é o único...

    Pior é quando o vizinho de péssimo gosto é seu pai que gosta de pagode, forró e funk cheio de duplo sentido... olha que meu pai se diz o legítimo alemão - alemão na PQP!

    a meleca é que não existe lei que proíba de escutar as músicas em um som elevado... aí, neste momento, estes "seres" não são egoístas!! SACO!

    ResponderExcluir
  2. Ahh... esqueci de outros vizinhos irritantes.... os evangélicos, esses acham que quanto mais se canta alto, o espírito santo é invocado, só pode!!!

    ResponderExcluir
  3. não esta só!

    ResponderExcluir
  4. Não sei o que é pior do que morar no interior e ter de ouvir o sertanejão do vizinho quando se gosta de rock. Sinceramente, parece o inferno.

    ResponderExcluir
  5. kkkk você falando dos evangélicos eu lembrei de mi que toda vez que ia tomar banho ficava cantando na maior altura no banheiro. E como era amigo do vizinho só escutava ele gritar "Aleluia, Jesus!". Ou então "Cala boca que eu quero dormir!" ou coisas desse tipo. KKKK. Agora estou aprendendo a controlar meus instintos de ídolo gospel.

    ResponderExcluir
  6. compra um som da sony o genesi gtr 888 de 1100wats reais de potencia e ai os seus vizinhos vao ver o que e bom...eu tenho um desses aqui e a sorte dos meus vizinhos e que ja tenho mais de 40 anos e eu mesmo ja nao to aquentando mais esse som de tao alto que è...mais aqui na minha rua tambem tem som de vizinhos que incomodam...musicas evangelicas acho muito chatas e sem nenhuma criatividade...sou meio ateu sabe? mas na verdade queria ser como eles que tem fe em alguma coisa,mas aqui vai na base do chumbo trocado ninquem reclama e todo mundo vai levando...ah meu deus começaram a tocar um funk alto aqui...deixa eu vazar um abraço pra vc!

    ResponderExcluir
  7. O pior é que não sou mesmo. Quantas pessoas reclamam desse mesmo problema, tanto em casa quanto no ônibus. Hoje mesmo tinha uma ouvindo camisa suada no ônibus. Só Deus...

    É Jocélio, quando eu tiver dinheiro eu vou estrondar a rua com o som mais potente que eles já ouviram, pra nunca se tocarem e nunca mais fazer isso de novo.

    Enquanto isso você vai escutando funk!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola amigo quase seis anos depois estou aqui comentando este mesmo post, como vao as coisas ja se formou em psicologia? conseguiu encenar aquela primeira peça de teatro que voce escreveu e postou aqui? eu ate fiz um um comentario acido dizendo que achava que era mais do mesmo , lembra ? (como se entendesse alguma coisa disso ) e o tal som super potente que compraria quando tivesse dinheiro? que bobagem ,hein? um abraço pra voce amigo!!! joacelio

      Excluir
    2. Olá! Já me formei, em 2014. Eu nunca encenei nenhuma das minhas peças, por incrível que pareça. Só outras pessoas que fazem, rsrs. O som super potente eu deixei pra lá, já que mudei de cidade e agora os meus vizinhos não me incomodam mais com música, hahaha. Abração!

      Excluir
  8. joacelio muriae mg14 novembro, 2011

    odacyr è claro que um dia vc ira ter muito dinheiro. vc ta no caminho certo ,ta estudando e como vc mesmo disse quando se formar sera um brilhante psicologo. e ai o ceu sera o limite pra vc... tenha um pouco de paciencia e tudo dara certo, vc ainda e um cara novo e com o tempo as conquistas irao chegar... na biblia esta escrito : varao valoroso deus è contigo...mas sua maior riqueza hoje è a sua juventude aproveita bem ela ,porque pra gente que nasceu pobre ,quando o dinheiro chega e ai enfim a gente pode comprar o que quizer,a juventude ja foi embora, e essa sim e a nossa maior riqueza um abraço pra vc amigao,e desculpe os erros de portuques ai...

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Joacélio, belas palavras. Abraços pra você também!

    ResponderExcluir
  10. amei o post só que tem propagandas enganosas do escritor kkkk brincadeira

    ResponderExcluir
  11. KKKKKKKK Nossa!!! ainda tem uma música que fala Tiago, escorrega no quiabo.... Meo Deus!

    ResponderExcluir
  12. kkkkkkkkkk qdo comer quiabo lembrarei disso --' daqui a poco tera musica ate de remedios laxantes kkkkk #hojeemdiaduvidodenadakkk

    ResponderExcluir
  13. KKKKKKK é a vida, né Amanda. Pior é em Safira que eles compram cornetas e saem pela rua tocando. (eles = Mateus, Rom e Hebert). Já que a gente não pode fazer nada, vamos rir da situação.

    ResponderExcluir
  14. rir da situação ja e um modo de falar algo (protestar) vc sabe disso ;)

    ResponderExcluir
  15. tudo bem, tbm nao suporto funk, pagode, axe, sertanejo, mas dize q Villa-Lobos, Chico Buarque, Tom Jobim, Elis Regina e Maria Rita sao bons ai tu ja ta falando merda, nao existe nada melhor q heavy metal.

    ResponderExcluir
  16. kkkkkk!!! Eu fiz isto com uma vizinha que morava na frente do meu ap. Todo dia ela escutava a mesma musica no ultimo volume, era uma musica de um padre, nem sei que diabos era o padre. Um dia coloquei um grupo metaleiro no ultimo volume, nunca mais ela encheu o saco.

    ResponderExcluir
  17. Aqui onde moro é Funk e pagode 24 horas e quando to muito puto eu ponho Slipknot no máximo.

    ResponderExcluir
  18. Anônimo 1, tudo bem que você não goste de mpb; eu também não gosto de rock. O que se discute é a falta de respeito com o outro, pensando que todo mundo gosta daquilo que você gosta, ouvindo na maior altura, achando que só seu gosto é que conta.

    Anônimos 2 e 3, KKKK, seus vizinhos aprenderam a lição ou continuaram a mesma coisa depois desta experiência? KKKK compartilhem suas experiências conosco!

    ResponderExcluir
  19. Adorei seu blog e este post!!
    Sou do Dihitt...
    Seguindo aki...
    Passa pra conhecer meu blog.
    Bjusssss...
    http://almaruiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Obrigado Katherynne (nossa que nome complicado!) Sugiro que leia a postagem "Os nomes", garanto que vai se identificar.

    Já visitei seu blog. É uma graça artesanal! Beijos, linda...

    ResponderExcluir

Flickr Images

Formulário de contato