Curiosidades Opinião e Atualidades

Algumas curiosidades científicas que você não sabia

sexta-feira, outubro 07, 2011Roberth Moura


Devido ao imenso sucesso de Curiosidades Científicas, voltamos trazendo mais novidades e curiosidades pra vocês. Vale ressaltar que as mesmas foram todas retiradas das minhas aulas de embriologia básica, e que eu não sou médico, sou graduando em psicologia. Espero que se deliciem e curtam:

Curiosidades Científicas – parte II

Há um relato de uma criança que nasceu com estômago e o fígado no peito. Isso é possível?
R: Sim. Quando a criança nasce com hérnia diafragmática congênita, parte de seu estômago e fígado pode estar no tórax; entretanto isso é raro. Frequentemente, as vísceras com localização anormal são os intestinos. As vísceras entram no tórax através de um defeito póstero-lateral no diafragma, geralmente no lado esquerdo.


Que tipo de defeito é o lábio leporino? Qual é o nome clínico desse defeito?
R: “Lábio Leporino” é o antigo termo para o que hoje é denominado fenda labial. Esse termo foi adotado porque a lebre tem o lábio superior dividido. Não é uma comparação correta, por que o lábio da lebre tem uma fenda medial, enquanto em humanos as fendas são geralmente laterais.

Uma criança nascida com 22 semanas (5 meses) pode sobreviver?
R: Um feto com 22 semanas é viável e pode sobreviver, quando nasce prematuramente e recebe cuidados especiais em uma unidade neonatal de terapia intensiva. Entretanto, é baixa a probabilidade de sobrevivência de crianças que nascem com menos de 600 gramas, por que os pulmões são imaturos e incapazes de realizar as trocas gasosas alveolocapilares. Além disso, o encéfalo da criança geralmente não está suficiente diferenciado para permitir uma respiração regular.

Uma enfermeira afirmou que um paciente tinha dois apêndices e que foi submetido a duas cirurgias para removê-los. As pessoas podem ter dois apêndices?
R: Sem dúvida o indivíduo descrito teve um divertículo ileal (de Meckel), uma evaginação digitiforme do íleo. Essa anomalia comum é, algumas vezes chamada de segundo apêndice, que é um nome inadequado. Um divertículo ileal produz sintomas semelhantes aos produzidos pela apendicite. É possível, também, que a pessoa tivesse uma duplicação do ceco, o que resultaria em dois apêndices.

Hermafroditas verdadeiros são férteis?
R: Os indivíduos afetados possuem tecido ovariano e testicular. Apesar de a espermatogênese ser rara, a ovulação não é. Já foi observada a ocorrência de gravidez e nascimentos de filhos em alguns pacientes, entretanto isso é muito raro.

Um menino perguntou à sua mãe por que um de seus mamilos estava bem mais baixo do que o outro. Ela não soube explicar essa anomalia. Como se explica essa anomalia?
R: A ausência da parte esternocostal do músculo peitoral é frequentemente a causa de um mamilo baixo. Apesar de suas diversas e importantes funções, a ausência total ou parcial do músculo peitoral maior não causa problemas. A ação de outros músculos associados à articulação do ombro compensa a ausência do músculo.

Foi relatado que uma criança nasceu sem pele. Isso é possível? Em caso afirmativo, como essa criança pode sobreviver?

R: É muito rara a ausência congênita de pele. Fragmentos de pele podem estar ausentes mais freqüentemente no coro cabeludo, mas também podem estar faltando no tronco e nos membros. Normalmente as crianças afetadas sobrevivem por que a cicatrização destas lesões ocorre rotineiramente e leva de 1 a 2 meses. Persiste uma cicatriz sem pelos. Geralmente, a causa da ausência congênita de pelos, denominada aplasia cútis congênita, é desconhecida. A maioria dos casos é esporádica; entretanto, várias linhagens bem documentadas demonstraram uma transmissão autossômica dominante desta anomalia de pele.


criança sem pele

Referência Bibliográfica: MOORE, Keith L.; PERSAUD, T. V. N. Embriologia básica. 7. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.

Links Interessantes:

Curiosidades científicas: dá pra determinar o sexo do bebê? por que algumas mulheres menstruam durante a gravidez? Testes de gravidez de farmácia são científicos? Tudo isso e muito mais você descobrirá aqui!

Curiosidades Genéticas: qual a diferença entre os gêmeos? O que determina o sexo de uma criança? Por que existem características comuns em família (como um nariz igual pra todos)? Descubra isso e muito mais em curiosidades genéticas!

You Might Also Like

4 comentários

  1. Interessante o seu blog gostei.
    aah eu tenho um blog se der segue ele -> http://bom-de-cozinhar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Josemar, já estou seguindo!

    Obrigado pelo logio Gabriel! O Peripécias também é fonte de informação!

    ResponderExcluir
  3. 'furinho' no queixo < genético!
    'virar a língua' < genético!

    ResponderExcluir

Flickr Images

Formulário de contato