Cultura Opinião e Atualidades

Demônios: Cultura Musical

quarta-feira, maio 04, 2011Roberth Moura

      

       Desde sempre compositores, músicos e cantores se utilizam da cultura musical para difundir sua ideologia. Muitos a utilizam como forma de extravasar sua libido reprimida (como diria Freud), outros para expressar sua visão de mundo, e assim sucessivamente. O diabo, muito esperto por sinal, também utiliza-se desse artifício para angariar pessoas para adorá-lo. Neste artigo falarei de com o demônio tem utilizado a influência musical para, sutilmente fazer parte de nossa vida, dos nossos lábios e do nosso pensamento.

      
  Quando se fala em músicas demoníacas logo se pensa em rock pesado, Black Sabbath, na Banda Sarcófago, Guns N’Roses, etc. Para quem gosta de música nacional aqui está um bom exemplo de música satanista do grupo musical Os mutantes clique para ver a letra. Atualmente Lady Gaga está sendo o ápice da disseminação de músicas satanistas (Judas é a mais recente). Falada em todas as mídias, ela faz de tudo para ganhar destaque. Veja o vídeo Alejandro.


Convite à necrofilia?
      Contudo o objetivo hoje não é discutir músicas que adoram explicitamente o demônio, pois essas nós já sabemos e nos afastamos. Como sabemos o inimigo chega de mansinho, com sapato de algodão e vai te envolvendo aos pouco e você nem percebe. Logo está o adorando com atitudes, palavras e músicas, mesmo que inconsiente e indiretamente. Vamos tratar de músicas sutis, muitas vezes inocentes, das quais é difícil notas a presença de ocultismo.

       Eu sou muito suspeito pra falar de música, pois fã de uma boa música, e adoro ouvir cantores como Tom Jobim, Chico Buarque, Elis Regina, Maria Rita dentre outros talentos nacionais e internacionais. Entretanto, de um tempo pra cá, estou prestando muito atenção nas letras das músicas e selecionando melhor o que eu ouço. Isso se deu ao fato de certo dia estar ouvindo Maria Rita, tranquilamente e me deparar com essa música “Malandro sou eu”. Na primeira vez eu nem prestei atenção, só que quando eu vi a letra eu fiquei completamente desestruturado. Eu, super mega fã de Maria Rita ouvir sair da boca dela uma manifestação implícita de “malandragem”, (usando termo suave), me fez rever todos os meus conceitos em relação a MPB, que eu pensava ser imaculada, por ter um som leve, que não chamasse a atenção tanto quanto rock.

       A partir daí fui descobrindo pequenos indícios em outras músicas, que aos poucos foram deixando de fazer parte do meu repertório musical. Não posso dizer que são propositalmente feitas para este fim, mas indicam ser, tais como “Até o fim” de Chico Buarque, “Sorte Grande” de Ivete Sangalo, entre outras mais.

       Repare que nenhuma delas está explicitamente adorando ao demônio e podem até, de fato não estar. Nando Reis, um conhecido cantor e compositor da MPB também já criou uma música correlacionando Deus e o diabo, chamada Deus e o diabo de Titãs. Nesse caso, o próprio foi compositor da música.

    
       Todas essas músicas não são forma concretas de veneração e prostração a satanás, entretanto deixa brechas para interpretações ambíguas e pelo sim pelo não é melhor não cultivar este tipo de música. É claro que vida plenamente perfeita, sadia e irrepreensível não existe, mas temos o dever procurar nos abster o máximo possível desse tipo de cultura que não traz nenhum tipo de edificação tanto pra nossa erudição quanto pra nossa vida espiritual/psicológica, ao contrário, serve apenas para a destruição. A opção de escolher a música que vai ouvir é de responsabilidade completa de quem ouve. Todo processo de vida apresenta a ambigüidade de elementos positivos e negativos, no entanto para encontrar o caminho certo, basta fazer escolhas acertadas.



Links Recomendados

http://www.mortesubita.org/sinfonias/musica-e-ocultismo/imagens-do-diabo-na-mpb

http://forums.tibiabr.com/showthread.php?t=101027

You Might Also Like

47 comentários

  1. Tem hora que vcê exagera demaaais!
    Sorte Grande, Oda?
    E a Vick que entende dos outros, que os defenda se quiser, rs

    E se quer falar de música da GaGa, tenta com Judas, que vai fazer bem mais sentido que com Alejandro.

    Pronto. comentei. Happy?

    ResponderExcluir
  2. Não poderia me dar felicidade maior. Eu não achei o clipe oficial do judas, mas quando encontrá-lo, postá-lo-ei, querida fã.

    ResponderExcluir
  3. Eu tô falando da música, não do clipe.

    Fã?haha
    aham, Oda, senta lá.

    ResponderExcluir
  4. Pronto, adicionado!
    Sempre solícito, atendendo ao pedido das adoráveis e dóceis fãs.

    ResponderExcluir
  5. Carlos Yahoo06 maio, 2011

    Viajou Geral. Apesar de respeitar a sua opinião você leva as coisas muito ao pé da letra.

    ResponderExcluir
  6. É Carlos, mas cada um tem uma interpretação diferente de tudo que há no mundo. Vai depender de suas vivências, de como foi criado e de como foi condicionado a pensar ao longo do tempo o jeito que as coisas são, deveriam ser ou não. Mas Obrigado pelo comentário. Visite outras páginas e deixe sua opinião.

    ResponderExcluir
  7. A gente deve tomar cuidado com essas coisas pq como vc disse é melhor prevenir do que remediar.

    ResponderExcluir
  8. fanatismo religioso?
    guerra santa no oriente médio...
    católicos x protestantes...
    inquisição...
    igreja universal...
    Tô fora!!!

    ResponderExcluir
  9. De fato isso não é fanatismo religioso, é apenas a minha opinião sobre músicas que podem carregar sentidos ambíguos em suas letras. Mas cada um com a sua opinião, não é mesmo, Cláudio?

    ResponderExcluir
  10. ??????????????????
    Claro que não. Por que diz isso?

    ResponderExcluir
  11. Não vejo problema algum uma musica falar sobre Lúcifer ou demônios ou até mesmo sobre Deus, tudo não passa de ficção.

    ResponderExcluir
  12. Acho que deviam parar de ver capeta, satam ou o que preferem chamar.
    E para dizer dizer a palavra malandragem não tem nada ver com coisa ruim e sim uma pessoa esperta ágil com as coisas ou situações que acontecem.
    Gosto das musicas do Black Sabbath, Gun´s and Roses, Ramones e vários outros, pois eles não estão preocupados se existe um deus ou demônio para castiga-los ou não.
    Tem pessoas que se diz ser de deus e que é contra um monte de coisas mais faz coisas pior que muita gente que adora o satanismo.
    Valeu.

    ResponderExcluir
  13. Não estou aqui pra julgar a atitude de pessoas que gostam desse tipo de música ou defender quem não ouve. Só estou constatando os fatos. Eu também gosto muito da Maria Rita (sou super fã), mas isso não me impede de notar letras com possíveis segundas intenções.Quanto a acreditar se Deus existe ou não recomendo que leia este post abaixo:

    http://estereotipodaperfeicao.blogspot.com/2011/04/existencia-de-deus-capitulo-1.html

    Tudo é questão de fé e bom senso. Nem se eu não acreditasse em Deus ouviria músicas que direta ou indiretamente fere muitas pessoas que acreditam nele.

    ResponderExcluir
  14. Tinha que ser crente ... putss

    ResponderExcluir
  15. ahhh vai ler um livro e para de falar de coisa que não entende. crente é tudo igual mesmo! ô raça!

    ResponderExcluir
  16. Na verdade eu leio muitos livros sim. Falar de coisas que eu não entendo? Isso se trata de um blog de opinião, então qualquer uma é válida, desde que bem argumentada. Às vezes a verdade dói, e não é por que eu sou "crente", como você diz que eu não sei de nada. Todo mundo vai puxar a sardinha pra aquilo que acredita, e é apenas isso que eu faço, tentando diminuir os efeitos alienantes da música e da (má) cultura, como um todo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Evangélico falando de alienação, quanta hipocrisia.
    Pagar 10% do salário de dizimo é realmente uma escolha acertada.

    ResponderExcluir
  18. Na verdade eu não pago, mas devolvo a Deus. Na verdade já disse que é Deus quem me dá 90, e não ele que dou 10 para sua obra. Devolver conscientemente é diferente de "dar" alienado.

    ResponderExcluir
  19. vou ser franca e TENTAR não ser grosseira, ok?
    na minha opinião o que vale para Deus não é o que você escuta ou canta, são suas ATITUDES!
    e mais: não acredito que eu ou você devemos julgar isso, até porque estaríamos sendo injustos.

    observe: sou roqueira, adoroo as bandas que você citou e muitas outras, não vou à igreja, não li a bíblia, não pago o dízimo... mas mesmo assim me considero uma pessoa boa levando em conta as imperfeições humanas (importante!) e não é por isso que eu vou para o inferno ou que estou adorando o Diabo (faça-me o favor ¬¬)

    vou reforçar: o que valem são suas atitudes!! se você fizer de tudo para ser uma pessoa cada vez melhor tenho certeza que Deus não vai ligar se você canta essas músicas u.ú

    mas sabe o que eu percebo e que você deixa esplícito? o PRECONCEITO! e olha.. isso é pecado ...

    beijo da roqueira \,,/

    ResponderExcluir
  20. Eu não quis dizer em momento algum que quem ouve essas músicas vai pro inferno. Quis dizer que elas podem ser uma forma de adoração indireta ao demônio, dessa maneira, elas podem sim influenciar suas atitude. É claro que se você se esforçar para ser uma pessoa melhor Deus irá se agradar da sua atitude, mas esse não é o foco.

    Peço desculpas pelo meu preconceito. Foi pra isso mesmo que eu criei o blog, pra ver a opinião dos outras pessoas, mudar meu pensamento e quebrar meus preconceitos. Estu aprendendo muito com vocês.

    Beijos...

    ResponderExcluir
  21. Francamente... Não existe isso de "adorar indiretamente"
    Ou você adora ou não adora!
    E, mesmo que essas música estivessem relacionadas com adoração ao Demônio, quem as canta com inocência não está assumindo nem praticando nenhum tipo de adoração.

    Considere os pontos(se possível):
    - Não ouça na música apenas o que você quer ou todas as músicas que não forem gospel estarão ligadas ao Demônio;
    - Procure essas músicas, escute e, quem sabe, você não passa a gostar delas?
    - Nada de mimimi uú Músicas são feitas para as pessoas curtirem, cantarem, se desestressarem, se divertirem. Faça o mesmo! Curta. Porque eu deixaria de escutar uma música que eu adoro só por alguém dizer que cantando eu estarei pecando?
    A vá... Ninguém nem sabe se Deus existe, quem dirá o Diabo?!

    (Desconsidere a última parte se preferir. É uma opinião própria.)

    Enfim, espero verdadeiramente que tenha mudado um pouco que seja a sua visão sobre essas músicas e, principalmente, sobre o Rock, que já sofre preconceito suficiente uu'

    Kisses ;)

    ResponderExcluir
  22. Esse "adorar indiretamente" seria uma adoração sim, porém não voluntária, por isso seria indireta. Seria como se fosse adorar, mas sem intenção de adorar,compreende?

    Eu ouço músicas do meio secular (deixei patente que gosto da Maria Rita, da Elis, do Chico, etc.). Eu não ouço as músicas arbitrariamente procurando brecha nelas, apenas ouvindo um dia,notei letras ambíguas.


    KKK É verdade o meu conceito sobre o rock. Tenho uma amiga que quase me bate toda vez que toco no assunto. Ela é rockeira da pesada e não admite que eu fale mal do rock dela. É vivendo e aprendendo. O legal do ser humano é que com o tempo, o aprendizado a cabeça (ideias, concepções, pensamentos, preconceitos) vai mudando e evoluindo. A mudança nunca pára e somos uma eterna metamorfose ambulante...

    ResponderExcluir
  23. O que é inferno pra vc Odacyr?

    ResponderExcluir
  24. Cara, é a primeira vez que acesso o seu blog e acho que você sofre com alguns problemas, é sério. já experimentou ouvir algo do tipo Luan Satana ou qualquer uma dessas porcarias novas que estão lançando agora, talvez esse seja o melhor tipo de música para você soltar a fraga que está pressa no armário, se liberta amigo ...

    ResponderExcluir
  25. Mas de certa forma eu te entendo, já passei por isso .... Escuta Matanza, vai te ajudar muito .... Música sagrada mano, música do bem, muito boa ...

    ResponderExcluir
  26. Inferno é o lugar de sofrimento. Onde você se arrependerá de tudo que fez e não deveria ter feito. Onde a solidão e a angústia se farão presentes por toda eternidade e o remorso vai remoer dia após dia, ano após ano, e assim eternamente a carne e a alma.

    ResponderExcluir
  27. Bom, Skiner, eu não disse que não gosto de "modinhas", especialmente as sem conteúdo. Eu não estou preso no "armário", por isso não preciso me libertar.

    E ainda (não sei se ironicamente), você me recomenda escutar banda que tem este tipo de letra:


    Essa voz na sua cabeça que não pára
    E que não te deixa pensar
    É o mal que te domina
    Possuído, você só pensa em matar
    Olha só pro restaurante inteiro
    Que você sozinho detonou
    E lembra da barbearia
    Pela hora aquela porra não fechou


    Você só pode estar zombando de mim...

    ResponderExcluir
  28. VOCÊ SÓ PODE ESTAR ZUANDO. TODOS VÃO RIR HORRORES DE VOCÊ. SÓ ALGUNS LOUCOS IGUAIS A TU É QUE VÃO TE DAR OUVIDO. SORTE AI NA TUA JORNADA AO QUE NÃO EXISTE, MAS POR FAVOR VOLTE A POR OS PÉS NA REALIDADE, IRMÃO.

    ResponderExcluir
  29. Na verdade a música de zomba de você é Miseráveis Ovelhas dos Garotos Podres.

    ResponderExcluir
  30. Bom, eu posso até vir a gostar do estilo, mas serei muito meticuloso na letra. E isso não se aplica apenas à música, mas a livros, filmes, lugares frequentados, etc.

    ResponderExcluir
  31. A tolerância ZERO é recíproca... ¬¬'

    ResponderExcluir
  32. Eu n acredito q eu li isso O que a musica Sorte Grande tem a ver com alguma insinuaçao com o mal o q caiu do ceu foi um cara q pra ela pderia ser um anjo por acha lo perfeito cara se n sab interpretar n?

    ResponderExcluir
  33. O caso não é o que ela tem de ruim, mas a ambiguidade gerada (não sei se propositalmente) com a história de Lúcifer. Ele era um ANJO, além de tudo QUERUBIM, e CAIU DO CÉU. Você não acha coincidência demais? A música pode até ter sido feita com boas intenções, amorosas e tal, mas ela dá brechas para outras interpretações que não a explícita, por isso é melhor prevenir do que remediar.

    ResponderExcluir
  34. Achei o post totalmente ridiculo e sem fundamento....
    Mesmo q seja em adoração ao diabo ou sei la quem, acho q musica antes de mais nada é uma forma de expressar nossas emoções e defender nossos valores e se existem musicas religiosas por que não existir musicas anti-religiosas?
    Alem de que como foi dito, á varias formas de interpretação, e uma caracteristica extraordinaria do ser humano e que ele consegue ver o que quer onde quer, então o autor pode estar falando "A" e vc entende "B", é só uma questão de interpretação....

    ResponderExcluir
  35. Eu não estou querendo tolher o direito de ninguém ouvir suas músicas anti-religiosas, a vida é sua e você faz o que quiser dela. Só chamo atenção para pessoas que podem estar divulgando esse tipo de música involuntariamente. Ou seja, prestar atenção na letra das músicas é sempre bom pra estar ciente do que você está fazendo. E para evitar interpretações erradas, o autor da letra poderia muito bem substituir alguns termos da sua composição que ninguém iria se incomodar.

    ResponderExcluir
  36. Viajou com força colega... tá parecendo papo de pastor de igreja evangélica sem noção !

    ResponderExcluir
  37. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  38. Rock, cada um tem a sua opinião. Se você não concorda, tudo bem, mas não precisa ofender.

    Floren, seu comentário foi apagado por utilizar palavras de baixo calão. Você pode muito bem discordar de algo e debater este algo respeitando a opinião dos outros e não utilizando termos pejorativos como estes seus usados (certamente deve ter aprendido nas letras das músicas que ouve). Eu não falei que Rock (o som) é coisa ruim, falei que muitas letras que ele utiliza são ideologicamente manipuladoras satanistas e isso é ruim. E eu não quero mostrar pra ninguém que sou "da Cultura" como você disse. Todas as músicas são cultura, desde axé, rock, sertanejo, mpb, bossa nova até música clássica. Então, na próxima vez que vier comentar, argumente veementemente (o espaço aqui é para debate) e não utilize palavras torpes, por que ninguém é obrigado a ler.

    ResponderExcluir
  39. Provas... Preciso de provas do que foi escrito.

    Porque: quando escuto musica religiosa não sinto vontade de ir correndo para a igreja ou que Deus esteja aqui, do meu lado.

    ResponderExcluir
  40. Aquele felipao acima q comedia!
    agora crente qué dizer EVANGELICO virou cachorro pra ter raça ah faz favor
    soah ver a letra de judas da lady gaga muito esquisita..no lado do rock tem akéla banda motorocker q as letras vixi...tem varias musicas muito suspeitas por aí..
    e se vc q soh critica o post num gostou vai pra p@# q o pariu !

    ResponderExcluir
  41. Eh para rir?? Ave Lucifer dos mutantes fala da liberdade sexual exaltando a maior figura anti moralista, o famoso deabo, resto é poetica, diabo eh um simbulo, poetas sempre usaram simbolos para se espressar!

    ResponderExcluir
  42. Sua opinião é sua opinião Caio. É pra rir? Claro que não! É pra refletir... Se esta é a única conclusão que você chegou após todas as ideias propostas e todos os comentários postados acima, não tenho nada a acrescentar...

    ResponderExcluir
  43. motorocker tá no meio disso tudo?

    motorOcker é uma banda de rock nacional que usa muito sarcasmo , letras insanas ,vai levar a serio aquela musica blues do satanás ? e a igreja universal do reino do rock , que é uma satira a igrejas universais que tem por ai ,pastores ladrões KKKK.

    por isso ouço rock , gosto de um pouco de mpb , tou passando a gostar de livros e um dia serei intelectual.

    ResponderExcluir
  44. Que eu saiba o paganismo não é ilegal e o seu satanismo nada mais é do que qualquer religião adversa ao Deus de Abraão. ( Que prega a liberdade individual do ser humano, o que é bem diferente do que destruição, meu caro)

    Engraçado que boa parte das igrejas evangélicas pregam mais sobre destruição, morte e sofrimento do que outros cultos condenados pela sociedade.

    Vamos ler, dar o direito de resposta das duas partes antes de "apedrejar", por mais que esse tipo de barbárie seja comum no culto de seu Deus.

    ResponderExcluir
  45. Eh amigo, ao ler os comentários dessa rapaziada, podemos perceber o quanto nosso mundo esta perdido e caminha para o mal. Nao sou evangélico, mas acredito em um homem que passou por esse nosso mundo chamado Jesus Cristo, o qual nos ensinou o caminho e a verdade, porém para nós, o mais cômodo eh seguir o caminho mais fácil. Nao podemos julgar essas pessoas, pois a experiência eh individual e cada um de nós terá que fazer sua escolha, mas parabéns pelo seu post e que Deus te acompanhe.

    ResponderExcluir

Flickr Images

Formulário de contato